Publicado em:

Senhor a chama de ‘repugnante’ por amamentar em público, ela o calou de uma maneira brilhante.

Compartilhe

A "moral dupla" é a principal característica da nossa sociedade atual e é que, se vemos uma mulher mostrando parte de sua anatomia em revistas, programas de televisão ou simplesmente usando uma blusa curta, nada acontece! Mas se olharmos para uma mãe amamentando seu bebê em um lugar público, as pessoas ficam bravas, criticam e apontam como se estivesse cometendo um grande crime, há inclusive aqueles que ofendem diretamente como se alimentar seu bebê não fosse um ato natural, bonito e cheio de amor, por acaso eles nunca foram amamentados?

Como muitas outras mulheres, infelizmente, Whitney Huntwork sabia o que era passar pela situação desagradável de ser criticada e chamada de "repugnante" por amamentar seu bebê em um lugar público, o pior é que foi precisamente um homem que fez isso gritando com repúdio diante de todos, diante disso, ela decidiu que era hora de levantar a voz para ela e todas as mães que tem sido julgadas pela mesma situação e escreveu uma carta que ela nunca imaginou que seria compartilhada milhares de vezes no Facebook, após você ler, entenderá porque a resposta de Whitney se tornou viral.



Esta é a carta que Whitney compartilhou em sua conta do Facebook:

“Seja em uma loja, um supermercado, uma livraria, o teatro, o museu, o estacionamento ou o lugar menos inimaginável, você pode me olhar fixamente e isso não me incomodará nem um pouco. Independentemente do lugar, se o meu bebê me pedir, eu vou alimentá-lo e, se você não gosta de ter que observar meu peito, o problema é seu! Eu só quero alimentar o meu bebê, mas você está mais concentrado em ver outra coisa, você pode dizer que para isso existe a mamadeira, mas mamadeira ou peito é a mesma coisa, ambos são alimentos. Você realmente acha que estou cometendo um crime? Bem, vá, tome nota e corra para dizer a mãe, tire uma foto minha e mostre se você acha que o problema sou eu e não você. Gostaria que outros se envolvessem em seus assuntos? Talvez com ajuda você possa resolver seus problemas. Se você me chamar de "repugnante", qual adjetivo você acha que merece? Você realmente acha que eu só procuro chamar atenção? Talvez você tenha sérios problemas pois minha prioridade é meu bebê, e não o resto das pessoas com moral dupla.”

Com toda franqueza, Whitney – a amamentadora que dá prioridade.

A carta desta mãe foi compartilhada mais de 150 mil vezes, é claro que muitas mulheres se sentiram identificadas e é justo expressar-se, pois não merecem ser atacadas pelo simples ato de amamentar seu bebe.

Depois que sua carta se tornou viral, muitos preferiram fechar a boca e certamente não apontarão novamente para outra mãe amamentando.


Se você também está com as palavras de Whitney, compartilhe com seus amigos sua carta. Não deixe de apoiar a nossa página com um like e deixe-nos os seus comentários.

Fonte: Newsner


A "moral dupla" é a principal característica da nossa sociedade atual e é que, se vemos uma mulher mostrando parte de sua anatomia em revistas, programas de televisão ou simplesmente usando uma blusa curta, nada acontece! Mas se olharmos para uma mãe amamentando seu bebê em um lugar público, as pessoas ficam bravas, criticam e apontam como se estivesse cometendo um grande crime, há inclusive aqueles que ofendem diretamente como se alimentar seu bebê não fosse um ato natural, bonito e cheio de amor, por acaso eles nunca foram amamentados?

Como muitas outras mulheres, infelizmente, Whitney Huntwork sabia o que era passar pela situação desagradável de ser criticada e chamada de "repugnante" por amamentar seu bebê em um lugar público, o pior é que foi precisamente um homem que fez isso gritando com repúdio diante de todos, diante disso, ela decidiu que era hora de levantar a voz para ela e todas as mães que tem sido julgadas pela mesma situação e escreveu uma carta que ela nunca imaginou que seria compartilhada milhares de vezes no Facebook, após você ler, entenderá porque a resposta de Whitney se tornou viral.



Esta é a carta que Whitney compartilhou em sua conta do Facebook:

“Seja em uma loja, um supermercado, uma livraria, o teatro, o museu, o estacionamento ou o lugar menos inimaginável, você pode me olhar fixamente e isso não me incomodará nem um pouco. Independentemente do lugar, se o meu bebê me pedir, eu vou alimentá-lo e, se você não gosta de ter que observar meu peito, o problema é seu! Eu só quero alimentar o meu bebê, mas você está mais concentrado em ver outra coisa, você pode dizer que para isso existe a mamadeira, mas mamadeira ou peito é a mesma coisa, ambos são alimentos. Você realmente acha que estou cometendo um crime? Bem, vá, tome nota e corra para dizer a mãe, tire uma foto minha e mostre se você acha que o problema sou eu e não você. Gostaria que outros se envolvessem em seus assuntos? Talvez com ajuda você possa resolver seus problemas. Se você me chamar de "repugnante", qual adjetivo você acha que merece? Você realmente acha que eu só procuro chamar atenção? Talvez você tenha sérios problemas pois minha prioridade é meu bebê, e não o resto das pessoas com moral dupla.”

Com toda franqueza, Whitney – a amamentadora que dá prioridade.

A carta desta mãe foi compartilhada mais de 150 mil vezes, é claro que muitas mulheres se sentiram identificadas e é justo expressar-se, pois não merecem ser atacadas pelo simples ato de amamentar seu bebe.

Depois que sua carta se tornou viral, muitos preferiram fechar a boca e certamente não apontarão novamente para outra mãe amamentando.


Se você também está com as palavras de Whitney, compartilhe com seus amigos sua carta. Não deixe de apoiar a nossa página com um like e deixe-nos os seus comentários.

Fonte: Newsner

Qual é a sua opinião?