Projeto para retirar microplásticos da água ganha prêmio mundial


Fionn Ferreira é um jovem estudante que foi vencedor do evento mundial “Google Science Fair”, onde apresentou um projeto para retirar microplásticos dos oceanos do planeta.


O Google lança esses eventos todos os anos com o objetivo de premiar as melhores iniciativas e projetos desenvolvidos por jovens estudantes entre 13 e 18 anos. O prêmio consiste em conceder 50.000 dólares americanos para promover o desenvolvimento do projeto.




Ferreira foi este ano o vencedor do prêmio mundial de ciência, graças ao seu projeto inovador de retirada de microplásticos de afluentes de água. O jovem desenvolveu um projeto que considera um dos melhores avanços na busca por conter a poluição marítima.




A poluição dos rios e oceanos está contribuindo para a deterioração da vida no planeta. ONGs, ativistas ambientais e líderes de algumas nações têm se envolvido neste problema. No entanto, os esforços têm sido poucos. Por isso, Ferreira desenvolveu esta proposta que visa um único objetivo: eliminar os microplásticos dos oceanos.




Durante a cerimônia de premiação, Ferreira explicou que a proposta também combina uma série de elementos como óleo e pó de magnetita e ímãs que extraem microplásticos do oceano.


Com quase 1.000 testes, ele conseguiu mostrar que 87% dos microplásticos foram eliminados graças à sua invenção. Essa proposta inovadora pode lançar as bases para a limpeza global dos microplásticos oceânicos. É algo que nosso planeta exige com urgência.


A soma de esforços, por meio da promoção e subsídios por parte dos governos deste tipo de inovação, deve ser efetiva.


Só assim podemos contribuir com o cuidado do meio ambiente.


Com informações da Cultura Filosófica.

Comentários