'Outra luz que se apaga': Restam apenas 22 vaquitas marinhas no mundo - Curiosidades da Terra

Breaking

Home Top Ad

Publicidade

Post Top Ad

sábado, 1 de agosto de 2020

'Outra luz que se apaga': Restam apenas 22 vaquitas marinhas no mundo

 

Esses mamíferos são os menores da família dos cetáceos, que incluem baleias, botos e golfinhos. Atualmente, eles estão em perigo crítico de acordo com a Lista Vermelha da IUCN.

Após ser comemorado o dia mundial da vaquita marinha, um mamífero em sério perigo de desaparecer do planeta e do qual não existem mais de 22 espécimes em todo o mundo, segundo o comitê internacional para a recuperação da vaquita (Cirva) .

Esta espécie em particular conhecida como vaquita marinha ou como seu nome científico a identifica (Phocoena sinus) é endêmica das águas rasas do mar de Cortez, localizada na costa noroeste do México, é a menor da família dos cetáceos, incluindo botos, baleias e golfinhos. Este mamífero de cor acinzentada, com formas delicadas e marcas escuras nos olhos e na boca, vive principalmente de peixes pequenos, camarões, lulas e polvos.

Foi descoberto pela ciência em 1958 e nunca viu um grande número em sua população, mas diminuiu quase 90% nas últimas duas décadas, principalmente devido à pesca de outra espécie em risco de extinção, que compartilha seu habitat: Totoaba, muito procurado nos mercados chineses.
 

Pode-se dizer que, depois de descoberta, essa espécie passou a ser considerada vulnerável na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), apenas para ser listada em 199 como criticamente ameaçada.

Por várias décadas, grandes propostas foram feitas para sua recuperação, mas os esforços para conservá-las foram nulos. A tal ponto que hoje a vaquita ainda está na lista vermelha da IUCN.

Segundo a IUCN, a principal causa é a captura, as vaquitas ficam presas nas redes de pesca usadas para capturar camarão. Quando atingido por essas redes, o pequeno mamífero não pode subir à superfície, perdendo sua vida.

A população de Vaquitas foi estimada em cerca de 567 indivíduos. Em 2005, esse número foi reduzido para 200. Atualmente, sabe-se a existência de apenas 22 espécimes.


Compartilhe essa nota para que todos tomemos consciência da importância da preservação desses lindos mamíferos.

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad

Páginas