Mãe consegue ver e abraçar sua filha falecida graças à realidade virtual

- 18:40

Uma mulher na Coréia do Sul conseguiu "ver e abraçar" sua filha, que morreu há três anos, graças ao poder da realidade virtual. Embora o vídeo tenha gerado controvérsia, também é considerado bastante emocional.

Jang Ji-sung, não conseguiu conter as lágrimas quando viu sua filha novamente, chamada Nayeon, que morreu de câncer hematológico. A empresa sul-coreana Viv Studio responsável por fazer a animação da garotinha.


No vídeo, você pode ver a mulher chorando enquanto se reúne com a menina. Para interagir com a filha, foram colocados óculos e luvas de realidade virtual, onde era possível ver todo um cenário criado para compartilhar com a garota. Ela até trocou algumas palavras com a filha.

- Você lembra de mim, mamãe, onde esteve? Senti muita falta de você, pegue minha mão », faz parte do que a representação gráfica de Nayeon diz a Jang.

"Não chorarei. Sentirei sua falta”, disse a mãe quando viu a filha.
Para realizar essa simulação virtual, os especialistas usaram registros fotográficos e vídeos da criança, combinados com capturas de movimento que permitiam uma postura e comportamento semelhantes aos que ela possuía em vida.



Os especialistas levaram oito meses para concluir este projeto interessante, que ajudará outras pessoas que perderam seus entes queridos. Jang relatou que concordou em participar do documentário para provar uma forma de conforto para aqueles que também sofreram a triste experiência de ver uma criança morrer.

Publicidade