Governo francês concederá a gatos e cães os direitos de um ser vivo - Curiosidades da Terra

Breaking

Home Top Ad

Publicidade

Post Top Ad

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Governo francês concederá a gatos e cães os direitos de um ser vivo


Todos sabemos que as leis que existem atualmente sobre a questão dos direitos e abuso de animais não são tão eficientes quanto deveriam. Se fossem eficientes, os casos em que os animais estão envolvidos teriam sentenças muito mais severas para o infrator.

De fato, embora as leis estejam sendo modificadas, ainda existem certas seções nas quais sugere que os animais são objetos e não seres vivos, algo totalmente ilógico da nossa perspectiva.

Felizmente, os governos de muitos países estão lentamente abrindo os olhos e começando a modificar a legislação em benefício dos animais. Este é mais um passo para que os animais sejam reconhecidos aos poucos pelo que são, pelos seres vivos que têm sentimentos e devem ter seus direitos.

Um país que aderiu recentemente à mudança de suas leis é a França. Nesse país, os animais não são mais considerados objetos e estabeleceram novos direitos para eles. Graças a essa ótima decisão, essa é uma grande facilidade quando se trata de relatar casos de abuso de animais e não apenas isso, mas também será um grande apoio em processos de divórcio, onde você deve escolher a custódia dos animais de estimação de um casal.
Tudo isso começou a Assembléia Nacional, foram eles que começaram a realizar longas campanhas relacionadas aos direitos dos animais. Mesmo assim, esses acordos ainda não estão totalmente em vigor, pois o Senado precisa aprová-lo e tornar realidade o sonho de milhares de amantes de animais. Uma vez que o Senado tenha executado essas novas reformas, os direitos dos animais serão aprimorados a ponto de ter os direitos dos seres vivos.

Essa grande mudança nas leis não só terá um grande aprimoramento em relação aos direitos dos animais, mas também terá penalidades mais severas para aqueles que participam de abuso de animais.

Foi uma sociedade protetora que propôs a idéia ao governo francês. Eles foram responsáveis por lançar a petição e dizer ao governo que é inaceitável que os animais domésticos ainda hoje sejam considerados objetos ou algo imaterial.

É uma ótima notícia saber que pouco a pouco os países estão fazendo pequenas mudanças para que os animais sejam tratados como são, seres vivos que têm sentimentos e são capazes de sofrer.

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad

Páginas