Arqueólogos encontram mais de 20 caixões do Egito que datam de impérios do ano 1994 a.C

- 12:29

 O Ministério das Antiguidades do Egito revelou que um grupo de arqueólogos descobriu pelo menos 20 caixões de madeira antigos na cidade de Luxor, no sul do país.

O ministro das Antiguidades, Khaled Al-Anani, disse que essa descoberta é uma das mais importantes que das últimas décadas devido ao estado de conservação de restos arqueológicos.

“Essa descoberta é uma das maiores e mais importantes descobertas anunciadas nos últimos anos, pois inclui até agora mais de 20 caixões humanos de madeira colorida, em um estado diferente de conservação, cores e inscrições em sua totalidade e eles ainda estão fechados ”, disse Al-Anani, que visitou a área para inspecionar o trabalho da missão arqueológica.


As autoridades explicaram que esses caixões foram encontrados em uma necrópole, localizada na cidade velha de Tebas Ocidental, onde se estima que os túmulos datam dos períodos Tardio, Intermedio e Império Novo, entre 1994 a.C. a 332 a.C.

Essa descoberta surpreendeu os especialistas diante do grande nível de conservação de cada uma das peças, que mantiveram a madeira e as pinturas talhadas nelas em condições quase perfeitas.

Finalmente, esse tipo de descoberta arqueológica reviveu as esperanças de impulsionar a indústria do turismo que foi afetada pela revolta de 2011 e que, desde então, vem fazendo esforços para recuperar o terreno.

As autoridades garantiram que fornecerão mais detalhes dessa descoberta impressionante durante as próximas semanas, quando as escavações forem concluídas e cada um dos túmulos começar a ser analisado.


Fonte: americadigital


Publicidade