Esta oliveira tem mais de 3.000 anos e ainda segue produzindo azeitonas

- 16:02

Um ancestral que continua a florescer e a dar frutos neste mundo.
Ao mesmo tempo em que as primeiras pedras foram colocadas nas pirâmides do Egito, a oliveira de Vouves se abria entre a terra da bela ilha de Creta, na Grécia.

Presume-se que esta árvore intrigante tenha cerca de 3.000 anos e seja uma das 14 mais antigas de toda a ilha. Embora existam árvores mais antigas do planeta, as oliveiras de Creta têm a qualidade de produzir as melhores azeitonas, que são muito populares em todo o mundo.

O agrônomo Nikos Mihelakis explica que “estimar a idade das oliveiras através de seus anéis internos, como é comumente feito com outras árvores, não é fácil. Se a circunferência é mais de dez metros, a árvore é certamente muito antiga. Para colocá-lo em contexto, a circunferência de uma árvore hoje é entre meio metro e um metro.”


Uma das estratégias do governo tem sido usá-los como uma atração turística, que enche de orgulho seus moradores que contam seu legado há anos. Eles também são famosos pela produção de azeite que remonta à civilização minóica, que dominou aquela região há mais de 3.000 anos.
O azeite foi um dos principais fatores que ampliaram o comércio da ilha e acelerou seu domínio sobre a região, sem contar que era usado em gastronomia, medicina e perfumaria.

Não perca as imagens desta enigmática e bela árvore.


Fonte: lavozdeldespertar

Publicidade