O sono das mães só se recupera 6 anos depois de ter um bebê

- 18:44

Existem algumas perguntas freqüentes entre as novas mães, como fazer o bebê adormecer? E também como mantê-lo dormindo? Bem, muitas vezes isso parece ser uma missão quase impossível, especialmente durante os primeiros dias, semanas e até mesmo nos primeiros meses do recém-nascido.

Como não há regra ou estratégia estabelecida para alcançá-lo, já que todos os bebês são diferentes, isso dependerá apenas do pequeno. É por isso que o portal, Owler Baby Care, decidiu investigar quantas horas de sono ininterrupto têm os pais durante a noite, chegando à conclusão de que são apenas três horas!

Mas, além disso, um estudo conduzido pela Universidade de Oxford, juntamente com a Sociedade de Pesquisa do Sono, descobriu que o ponto mais baixo de descanso é alcançado pelos pais nos primeiros três meses após o nascimento da criança. Como se isso não bastasse, também descobriu-se que, mesmo seis anos depois, os pais ainda não se recuperam completamente.

Acontece que as mulheres experimentam uma redução média no sono de até 62 minutos por noite, enquanto os homens perdem apenas 13 minutos. A amamentação é um dos principais fatores na diferença de sono entre os pais.

Depois de seis anos, as mães continuam a dormir 20 minutos a menos e os papais apenas 15 minutos, em comparação a quando o bebê não havia chegado.

Segundo o Departamento de Psicologia da Universidade de Warwick, embora ter filhos seja um motivo importante de alegria, também é possível que o excesso de responsabilidades, interfira em ter períodos mais curtos de sono, o que influencia na diminuição da qualidade do sono por seis anos.

Publicidade