Bela modelo com síndrome de Down perdeu 25 kg, hoje ela mostra sua aparência espetacular

- 22:14

Em 2015, Madeline Stuart tornou-se a primeira mulher adulta com síndrome de Down a se aventurar no mundo da modelagem. Naquela ocasião, os olhos do mundo inteiro se fixaram na linda garota quando pisou nas passarelas da Fashion Week em Nova York, nos Estados Unidos.

"Mamãe, eu, modelo", contava a menina à mãe há pouco mais de 4 anos, e ela, em vez de deixar como uma história, lutou para realizar o sonho da filha.


 Durante os três anos que se passaram desde a primeira aparição de Madeline em Nova York, a menina de 21 anos nascida na Austrália, trabalhou em seu corpo e sua saúde fazendo as mudanças e sacrifícios necessários para conseguir perder 25 Kg; hoje ela conseguiu isso.
De acordo com sua mãe, Roseanne Stuart, a impossibilidade de fazer as mesmas coisas que seus companheiros, como esporte, tem sido um desafio que afetou sua saúde por um longo tempo.

Agora, Madeline passa uma hora por dia praticando natação e colocou de lado os fast-foods para adotar um estilo de vida mais saudável.
Seu objetivo, de acordo com as palavras de sua mãe, não era perder peso para se tornar uma modelo, mas se sentir mais confiante em seu trabalho.
"Madeline pratica esportes todos os dias da semana e eu a levo para todos os lugares. Ela quer participar de tudo, fez paraquedismo, esqui aquático. Tudo o que considero seguro para ela", explicou a mãe.
"Quase três anos no processo. Sinto-me incrível, meu coração está mais saudável do que nunca e na minha última revisão meu médico disse que ele não cresceu e que já não está trabalhando tanto para manter todos os três buracos e Válvula mitral. Parece que nunca mais terei de passar por uma cirurgia cardíaca aberta se eu manter minha saúde. Para quem acha que é muito dinheiro, quanto vale a minha saúde? Estou muito feliz com os resultados. O que você acha ???”
Madeline em um selfie com outras modelos. Foto: ANDREW KELLY REUTERS
Madeline é um exemplo de vida, que nós mesmos colocamos as limitações; mas o que sua mãe fez por ela também é um exemplo de amor sincero e infinito para com um filho.

Compartilhe esta matéria e vamos celebrar a vida de Madeline e todos os meninos que, como ela, nasceram com Síndrome de Down. Lembre-se de nos deixar seus comentários e nos dar um Like.


Publicidade