A parábola dos lobos: você vai ler em um único minuto, mas vai lembrar dela para sempre

- 00:30

Numa noite,um velho índio muito sábio falou com seu neto sob as estrelas sobre as coisas importantes da vida, aquele dia seria o dia mais importante para o neto, já que ele aprenderia uma lição que jamais esqueceria.


– Toda pessoa trava uma luta constante em seu interior: uma terrível luta entre dois lobos.

– começou o velho índio. – Dois lobos? – perguntou com curiosidade o pequeno. 

– Dois: Um deles é mau. Ele representa a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso, superioridade e ego.

O outro lobo é bom. É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade, humildade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.

O neto ficou pensando nessa batalha e perguntou ao avô:

– E qual o lobo vence?
O velho índio responde:

–  Sempre ganha o lobo que você decide alimentar, lembre-se que você tem controle sobre os dois lobos, então depende de você o lobo que vence.

Essa é uma bela lição para todos nós. Às vezes reclamamos que não somos felizes e que não temos sorte. Mas muitas vezes, o impedimento da nossa felicidade vem do nosso interior.

O que você acha dessa intensa reflexão?

Publicidade