Pessoas que bebem muito café sem açúcar têm mais chances de serem psicopatas

- 13:21

Ter gosto por alimentos amargos pode significar que você tem tendências psicopatas, de acordo com um novo estudo. Pesquisadores descobriram que as pessoas que preferiam gostos amargos, como café preto e água tônica, eram mais propensos a mostrar sinais de maquiavelismo, sadismo e narcisismo, o que significava que poderiam ser mais duvidosos, vaidosos, egoístas e sentirem prazer pela dor de outros.

No estudo, liderado pela professora Christina Sagioglou, da Universidade de Innsbruck na Áustria, 500 homens e mulheres foram apresentados a uma lista de alimentos com quantidades iguais de itens doces, salgados, azedos e amargos.

Eles foram convidados a avaliar os alimentos, incluindo bolo de chocolate, bacon, vinagre e rabanete, em uma escala de 1 a 6 pontos variando de “não gostar fortemente” à “gostar fortemente”.

Os participantes completaram quatro questionários de personalidade avulsos: o primeiro mediu seus níveis de agressão, pedindo-lhes que avaliassem frases como “com provocação o suficiente, eu posso bater em alguém”.

O segundo pediu aos participantes que avaliassem frases que qualificaria os traços de personalidade de maquiavelismo, psicopatia e narcisismo.

Em terceiro lugar, os participantes responderam questões relativas às “grandes 5” dimensões da personalidade, indo da extroversão e altruísmo à consciência e estabilidade emocional.

Finalmente, eles completaram a Avaliação Global das Tendências Sadistas, que avalia as tendências para o “sadismo diário”.


Um experimento similar envolvendo 450 pessoas confirmou as descobertas. O estudo, publicado no jornal Appetite, descobriu que: “As preferências gerais pelo gosto amargo surgiram como uma tendência para o maquiavelismo, a psicopatia, o narcisismo e o sadismo cotidiano”. Os pesquisadores também disseram que o altruísmo, o grau em que uma pessoa é amável, simpática e cooperativa, foi correlacionado negativamente com uma parcialidade de alimentos amargos.

O Dr. Sagioglou disse que comer alimentos amargos pode ser “comparado a um passeio de montanha-russa onde as pessoas gostam de coisas que induzem o medo”.

“Encontramos correlações particularmente fortes com o sadismo cotidiano… [Que é] uma construção relacionada ao masoquismo benigno – o gozo de atividades dolorosas” – completou Sagioglou.

Partilha com aquele teu amigo(a) que gosta de tomar o café sem açúcar!


Publicidade