Vê foto no Facebook, percebe que são as meninas que sua esposa estava procurando há 40 anos

- 10:12

Para um pai estar separado de seus filhos pode ser tão terrível quanto se possa imaginar. E para uma mãe chamada Lani, essa foi a sua vida nos últimos 40 anos.

Lani, da Tailândia, conheceu um membro da Força Aérea dos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnã. Ela se apaixonou por ele e o casal se casou e se mudou para Ohio. Eles tiveram uma filha lá e eles se mudaram para Oxford, Inglaterra, e tiveram outra menina.

Dois anos depois, o relacionamento acabou e o casal se divorciou. Lani, que não falava bem inglês, assinou os termos de um divórcio segundo o qual seus direitos de ver suas filhas foram anulados. E a partir daquele dia, tanto a mãe quanto as filhas passaram os próximos 40 anos procurando umas pelas outras, até que finalmente puderam se reencontrar, graças às redes sociais.

Quando Lani se separou de suas filhas, Starla e Jeannie, as meninas tinham apenas dois e três anos de idade. Foi tão difícil para as meninas quanto para a mãe dela.

Starla diz à ABC News: "Nós perguntamos muito ao nosso pai sobre a nossa mãe, e ele nunca falou mal dela. Apenas disse que não sabia falar inglês porque era tailandesa e disse que achava que, como éramos americanos e ele estava no exercito, nosso pai poderia cuidar melhor de nós e nos dar uma vida melhor do que o que ela poderia nos dar".

Nas quatro décadas seguintes, tanto mãe como as filhas se buscaram.

Quando cresceram, Starla e Jeannie vasculharam todas as bases de dados que puderam com "ajuda" do pai, mas sem sucesso.

"Agora eu sento e reflito sobre tudo, acho que ele apenas tentou nos ajudar." Ele tentava nos proteger e ficou com medo de perder suas filhas. Sempre dizem que há três versões de uma história. Dele, dela e da verdade", Jeannie diz à ABC News.

Os anos passaram e as meninas se perguntaram se deveriam abandonar a busca e seguir em frente com suas vidas. Mas recentemente, Starla recebeu uma mensagem inesperada no Facebook. Era de um homem chamado Mark Szarmach.

Mark acabou sendo o segundo marido de Lani. Ele tentou ajudar sua esposa a encontrar suas filhas perdidas, mas por um longo tempo seus esforços se mostraram em vão.

Mark diz sobre sua esposa: "Lani queria encontrá-las, mas não sabia como fazer isso, como ela tinha informações tão limitadas, não havia buscas eficazes. Mas ela muitas vezes chorava até dormir e falava sobre suas filhas e disse que precisava encontrá-las um dia ”.

Devido ao sotaque de sua esposa, Mark achava que Starla se chamava "Stella" e Jeannie se chamava "Jenny". Não admira que tenha sido tão difícil encontrá-las!

No entanto, Mark sabia o nome do pai das meninas e também o procurou. O nome do pai era John Thompson e, como era muito comum, levou algum tempo para Mark encontrar todas as pessoas com o mesmo nome. Finalmente, ele encontrou seu obituário. Através dele, descobriu os nomes reais das meninas e, através do Facebook, procurou por elas.

Desta vez, Mark encontrou uma conta no Facebook de Jeannie Toomey e ficou chocado quando viu uma imagem em particular.
"Eu abri um álbum e sua foto de bebê apareceu. Eu estava em choque. Corri para fora do quarto e disse: "Querida, você tem que vir ver isso." Mostrei a ela aquela foto e ela começou a chorar", diz Mark.
Mark entrou em contato com Jeannie, que ficou muito surpresa. Ela e Starla decidiram se reunir com a mãe uma semana depois, depois de 40 anos separadas.

No vídeo você pode ver o encontro emocional a partir do minuto 1:25:
Esta história é a prova de que você nunca deve desistir de seus sonhos. Compartilhe se você também foi comovido ao ver esta família reunida depois de tantos anos!

Fonte: newsner
Advertisement