Seus conflitos amorosos foram mais fortes e brigaram em plena cirurgia – Não puderam esperar

- 12:54

Dedicar-se à área da saúde significa que você deve garantir o bem-estar do paciente, em todos os casos. No entanto, quando você mistura vida privada com vida profissional, geralmente traz consequências que podem até colocar em risco seu profissionalismo... Como aconteceu com esse médico e sua parceira, uma enfermeira do mesmo hospital onde ele trabalha.

Acontece que na sala de cirurgia de um hospital na China, com um paciente anestesiado e exposto, surgiu uma brutal briga entre um médico e uma enfermeira, que aparentemente mantinham um relacionamento amoroso.

E precisamente esse relacionamento teria desencadeado a discussão entre os dois, pois não puderam esperar para chegar em casa para resolver suas diferenças e depois de uma breve briga verbal, o médico jogou uma das luvas para a mulher, que com raiva o bateu no rosto.


No entanto, ele não aguentou a atitude e em questão de segundos a situação se tornou maior. Ele começou a bater nela com os punhos repetidamente até que a mulher caiu no chão e permaneceu lá por um longo tempo.

Tudo foi gravado nas câmeras de segurança do hospital, que devido à sua gravidade, as imagens foram rapidamente disseminadas gerando o repúdio do mundo todo, pois por um lado é bastante perturbador e arriscado que os médicos briguem dessa maneira em uma cirurgia, e, por outro, a ação do homem é condenada, que atingiu sua parceira sem nenhum tipo de piedade.


A cena aconteceu em um hospital em Lankao, na província de Henan, na China e, embora um dos médicos presentes tenha interrompido seu trabalho intervir, ele não conseguiu acalmar a situação.

Segundo um jornal local, um funcionário disse que tudo aconteceu depois que a operação acabou e que o paciente já havia saído da sala de cirurgia. Mas as imagens - que ultrapassaram 4 milhões de reproduções - mostram claramente o que seria uma cirurgia em processo justamente quando a discussão é desencadeada.



Fonte: upsocl

Publicidade