Cadela resgatada do comércio de carne só quer ser abraçada por seu salvador

- 14:43


A pobre cadelinha estava encolhida no canto mais distante da jaula, totalmente petrificado pelo que acontecia lá fora. Ela havia visto o que aconteceu com os outros cães que estavam dentro da sua jaula. Eles tinham sido retirados pelo pescoço e mortos por sua carne. Em algum momento, seria a sua vez.

Mas um homem chamado Michael Chour mudou tudo.

Michael falou com o dono e negociou a libertação de 17 cachorros, incluindo a cadela que ele chamava de Sweety. Sweety e os outros cães foram transferidos para um abrigo temporário em O Smach, no Camboja.  

Michael, fundador de um grupo que salva cães do comércio de carnes no sudeste da Ásia, estava visitando Chomkachek, no Camboja, quando encontrou um matadouro para cães.


Michael tirou Sweety de sua jaula de transporte depois que chegaram ao abrigo temporário, e ela ainda estava muito assustada. Sweety ficou nos braços de Michael por mais de uma hora e meia.


Michael disse:

"Eu a abracei carinhosamente e ela me deixou beijá-la. Meu coração derreteu e eu não pude conter minhas lágrimas ".



Quando ele finalmente colocou Sweety no chão, pôde ver que ela estava mais relaxada.

"Eu vejo muitas coisas horríveis em todos esses matadouros que eu visito. Me encanta que eles entendam que vão viver e receber amor ".


Sweety está agora no abrigo da organização na Tailândia, está indo muito bem e fazendo novos amigos, de acordo com Michael. Normalmente, ele tenta encontrar casas para seus cães resgatados, mas desta vez, decidiu manter Sweety como seu próprio cachorro.



Ele disse:

"Todos os cães têm direito a uma vida de felicidade, mas alguns deles tocam meu coração mais do que outros. Ela é uma delas ".

Fonte: The Dodo | The Sound of Animals


Publicidade