Catarina vê um menino de 10 anos na multidão, olha seu rosto e vê que algo está errado

- 16:50

Não importa o quanto você tenha que fazer ou a importância da sua posição, o instinto maternal é mais forte do que tudo, mesmo para os membros da realeza. Uma vez mãe, sempre mãe.

Se não perguntem a Catarina, a esposa do príncipe William, que agora é parabenizada por seu gesto com uma criança.


Desde o verão de 2013, quando principe George nasceu, os príncipes Catarina e William, duques de Cambridge, tornaram-se pais pela primeira vez. Dois anos depois, em maio de 2015, eles se tornaram pais pela segunda vez, a princesa Charlotte veio ao mundo. Que o casal real britânico põe sempre as crianças à frente é algo que ninguém tem dúvidas.

A duquesa teve a oportunidade de provar isso na terça-feira, durante uma visita do casal à cidade industrial de Coventry.



Antes da visita dos príncipes, as expectativas eram altas. Uma grande multidão esperava ansiosa para ver o casal real, havia muitas crianças também. As pessoas haviam esperado por horas, com muito frio, apenas para vê-los com os próprios olhos.

Entre as muitas pessoas, que lutaram para ver, tocar e conversar com o casal, uma criança chamou a atenção da princesa.


O menino estava pálido e não parecia estar muito bem. E, como a mãe que é, o instinto faz um ato de presença rapidamente na princesa. A duquesa de Cambridge se virou para a criança e perguntou com uma voz suave, se ela estava bem.



Aparentemente, o menino, Craig Skipper, estava esperando no frio por horas e, obviamente, seu corpo de 10 anos se ressentia.

Felizmente, Catherine decidiu intervir. Depois de falar por um momento com a criança, ela pediu a um de seus guarda-costas para pegar uma bolsa de papel, porque parecia que a criança ia vomitar.

"Foi um grande gesto de sua parte. Ela não hesitou em dedicar tempo ao pequeno. Ela é obviamente uma mãe e tem esse lado maternal e caritativo”, diz Carole Flynn que trabalha na escola que a criança frequenta.


Por outro lado, Wiliam também realizou sua própria "crise paterna". Uma menina estava chorando e o príncipe parou para perguntar o que estava errado. Quando conseguiu tranquilizá-la, o príncipe perguntou se ela queria que ele fosse pegar um chocolate quente para ela.

"Parece que são pessoas que realmente se importam com os outros", diz Mia Ramin, de nove anos de idade.

Não podemos deixar de concordar!


Compartilhe este artigo se você também achar que é ótimo para a realeza mostrar o seu lado mais humano em público.

Fonte: newsner
Advertisement