Publicado em: ,

Mendigo morreu na solidão, funerária fica em choque quando veem quem chega ao funeral

Compartilhe

Atualmente vivemos em um mundo cheio de aparências e preconceitos em que é mais fácil apontar e julgar, do que ver o que há por trás, nós esquecemos que todo ser humano tem percorrido um caminho único e, portanto, possuem uma história que vai muito além do que uma simples vista pode ver.

Quantas vezes vimos pessoas na rua fazendo um show, limpando para-brisas ou oferecendo algo para conseguir uma moeda, isso nos faz pensar - e por que não trabalha? Mas e se essa pessoa tenha procurado incansavelmente por um trabalho e simplesmente o negaram, é tão difícil para nós pensar sobre isso? Creio que ninguém nunca parou para perguntar qual é a sua história e como foi que chegou onde está.

Na seguinte história, o protagonista é um homem cuja vida não foi nada fácil, seu nome era John Beard e viveu em St. Louis, Estados Unidos. Talvez muitos o tenham visto andando nas ruas, mas apenas um homem foi capaz investigar sobre a história de John e isso mudou tudo.


John na realidade foi o sargento Beard, serviu a força americana entre 68 e 71, sua paixão pelo que fez o levou a obter quatro medalhas de honra, mas sua história terminou no esquecimento.

Quando a Beard voltou do Vietnã, voltar à vida "normal" envolveu um grande desafio para ele, tanto que sem saber como  chegou lá, ele acabou nas ruas e, infelizmente, ficou doente.

Devido ao tempo em que esteve exposto ao Agente Laranja, John contraiu câncer de pulmão e cérebro. Como não tinha ninguém e sua vida nas ruas era bastante complicada, o homem morreu aos 67 anos, sozinho, sem ninguém ao seu lado.

Calvin Whitaker foi o único homem que se deu ao trabalho de perguntar pela história de John, ele possuía uma casa funerária em St. Louis e quando soube de sua morte, se encarregou de dar ao ex-sargento um enterro digno com honras como qualquer outro soldado que morresse.

Calvin cuidou de tudo e planejou uma cerimônia digna e respeitosa para John, que dedicou sua vida ao serviço de seu país.


A notícia da cerimônia se espalhou como incêndio e, então, o inimaginável aconteceu; No dia do funeral, inúmeras pessoas começaram a chegar e até um desfile militar e uma escolta da Guarda Patriótica foram organizadas em homenagem ao ex-sargento John Beard.

Abaixo você pode ver a comovente cerimonia em honra o ex sargento Beard:


Não há dúvida de que não devemos julgar, pois atrás de cada pessoa se esconde uma história que não imaginamos e que talvez sua vida tenha chegado a esse ponto, porque no passado eles fizeram coisas realmente admiráveis como John, que sempre lutou pela paz e pela estabilidade de seu país.

Em homenagem a todos estes homens, ajude-nos a compartilhar esta história com os seus amigos. Descanse em paz, Sargento Beard.

Fonte: newsner


Atualmente vivemos em um mundo cheio de aparências e preconceitos em que é mais fácil apontar e julgar, do que ver o que há por trás, nós esquecemos que todo ser humano tem percorrido um caminho único e, portanto, possuem uma história que vai muito além do que uma simples vista pode ver.

Quantas vezes vimos pessoas na rua fazendo um show, limpando para-brisas ou oferecendo algo para conseguir uma moeda, isso nos faz pensar - e por que não trabalha? Mas e se essa pessoa tenha procurado incansavelmente por um trabalho e simplesmente o negaram, é tão difícil para nós pensar sobre isso? Creio que ninguém nunca parou para perguntar qual é a sua história e como foi que chegou onde está.

Na seguinte história, o protagonista é um homem cuja vida não foi nada fácil, seu nome era John Beard e viveu em St. Louis, Estados Unidos. Talvez muitos o tenham visto andando nas ruas, mas apenas um homem foi capaz investigar sobre a história de John e isso mudou tudo.


John na realidade foi o sargento Beard, serviu a força americana entre 68 e 71, sua paixão pelo que fez o levou a obter quatro medalhas de honra, mas sua história terminou no esquecimento.

Quando a Beard voltou do Vietnã, voltar à vida "normal" envolveu um grande desafio para ele, tanto que sem saber como  chegou lá, ele acabou nas ruas e, infelizmente, ficou doente.

Devido ao tempo em que esteve exposto ao Agente Laranja, John contraiu câncer de pulmão e cérebro. Como não tinha ninguém e sua vida nas ruas era bastante complicada, o homem morreu aos 67 anos, sozinho, sem ninguém ao seu lado.

Calvin Whitaker foi o único homem que se deu ao trabalho de perguntar pela história de John, ele possuía uma casa funerária em St. Louis e quando soube de sua morte, se encarregou de dar ao ex-sargento um enterro digno com honras como qualquer outro soldado que morresse.

Calvin cuidou de tudo e planejou uma cerimônia digna e respeitosa para John, que dedicou sua vida ao serviço de seu país.


A notícia da cerimônia se espalhou como incêndio e, então, o inimaginável aconteceu; No dia do funeral, inúmeras pessoas começaram a chegar e até um desfile militar e uma escolta da Guarda Patriótica foram organizadas em homenagem ao ex-sargento John Beard.

Abaixo você pode ver a comovente cerimonia em honra o ex sargento Beard:


Não há dúvida de que não devemos julgar, pois atrás de cada pessoa se esconde uma história que não imaginamos e que talvez sua vida tenha chegado a esse ponto, porque no passado eles fizeram coisas realmente admiráveis como John, que sempre lutou pela paz e pela estabilidade de seu país.

Em homenagem a todos estes homens, ajude-nos a compartilhar esta história com os seus amigos. Descanse em paz, Sargento Beard.

Fonte: newsner

Qual é a sua opinião?