Publicado em:

Foi picado por algo e não sabe o que é? Aqui nós dizemos como identificar as 8 picadas mais comuns

Compartilhe

A exposição às temperaturas do verão aumenta a probabilidade de um inseto nos morder. Em muitas ocasiões, confundimos as picadas de outros insetos com os dos mosquitos e não lhes damos importância, no entanto, é muito importante saber o que te picou para tratar os efeitos da picada.

Apresentamos as 8 picadas mais comuns que devemos conhecer para tratá-las corretamente:
  
1. Picadas de mosquitos



Essas picadas têm uma aparência de bolhas vermelhas. São subcutâneas e sua coceira é localizada. Essas picadas não requerem maior atenção, então, recomendamos que você espalhe creme sobre ele e faça uma massagem para evitar a coceira. Se a picada ocasionar efeitos colaterais como dor nas articulações, febre, glândulas inchadas, você deve consultar um médico. Pois isso pode significar que o mosquito estava infectado.

2. Picadas de pulgas:


As picadas de pulgas geralmente ocorrem em grupos de três ou quatro e são caracterizadas por pequenas saliências vermelhas na pele, que geram uma coceira intensa.

As indicações a seguir são as seguintes: Lave a picada com água e sabão. Em seguida, aplique um pouco de creme ou pomada de calamina para reduzir a coceira. Evite coçar porque isso pode ocasionar uma infecção no local.

3. Picadas de percevejos


Os percevejos são muitas vezes um inseto muito traiçoeiro em termos de picadas; Pois cada pessoa reage de maneira diferente a elas. Algumas pessoas podem nem sequer notar a presença de percevejos, enquanto outros podem ser alérgicos e sofrer grandes erupções cutâneas intensas ou inclusive dor. 

Se você é alérgico a percevejos, é bom ter cuidado, pois além de lesões cutâneas, pode ocorrer a formação de bolhas, inchaço, coceira e inflamações na pele;

Para lidar com percevejos, recomendamos cuidar da sua higiene, já que elas odeiam. Lave frequentemente a zona infectada com água e sabão. Mas se a coceira e os caroços permanecerem, você pode tomar algum anti-inflamatório ou anti-histamínico.

4. Picadas de aranha


A maioria das picadas de aranha é inofensiva; com exceção daqueles da viúva negra ou da aranhas-marrom.

A forma de uma picada de aranha é de dois pontos mais conhecidos como Equimose. Estes pontos são a área onde a aranha picou.

Caso você seja picado por uma aranha, recomendamos lavar a área afetada com água e sabão. Em seguida, aplique um pouco de gelo sobre a área. 

5. Picadas de carrapato:


Carrapatos são parasitas que vivem principalmente em cães e em outros animais. Sua picada é tão perigosa nas pessoas que podem ocasionar a transmissão de uma série de doenças graves. As mais comuns são a febre hemorrágica da Crimeia-Congo e a doença de Lyme.

Se você sofreu uma mordida de um carrapato, você deve removê-lo imediatamente usando pinças. Segure-o firmemente e puxe suavemente para removê-lo da pele. Evite usar remédios tradicionais. Depois de extraí-lo, lave bem a área afetada com água e sabão. Lembre-se de que os carrapatos transmitem o vírus às pessoas após 48 horas, por isso é recomendado agir imediatamente.

6. Picadas de formigas:



As picadas de formigas vermelhas ocorrem através da injeção de veneno na pele das pessoas. Isso faz com que nossa pele se irrite e inflame, além de causar coceira. Para evitar esses sintomas, recomendamos a aplicação de um creme cortisona na área afetada. É provável que as picadas produzam bolhas; evite coça-las para não infectar ainda mais a área.

7. Picadas de escorpião:


Com esses tipos de picadas, três fatores importantes devem ser levados em consideração para conhecer seu nível de gravidade:

1. Tipo de escorpião, 2. Idade da pessoa (é mais perigoso em crianças) e 3. Quantidade de veneno no corpo.

Indicações para tratar estas picadas são as seguintes: Manter o local da picada voltado para cima; Evite furar ou apertar o local da picada; porque se pressionado demais, o saco de veneno poderia explodir e o nível de veneno dentro do corpo aumentaria; Vá o mais rápido possível a um pronto-socorro ou ligar para o SAMU 192.

 8. Picadas de vespas ou abelhas;


Essas picadas costumam ser muito dolorosas porque o ferrão do animal fica preso em nossa pele. O que geralmente é perigoso nesses tipos de picadas é o fato de que as maiorias das pessoas são alérgicas ao seu veneno. Caso você seja alérgico, deverá ir ao médico imediatamente.


O que você deve fazer com uma picada desse tipo é verificar se o ferrão ficou dentro da pele. Se for esse o caso, extraia com uma pinça. Você também pode espalhar vinagre branco na área ou lama para reduzir o inchaço.

Compartilhe com seus amigos e familiares essa informação, para que eles possam saber como agir contra as picadas desses insetos!

Fonte: Lavozdelmuro/ Etapainfantil


A exposição às temperaturas do verão aumenta a probabilidade de um inseto nos morder. Em muitas ocasiões, confundimos as picadas de outros insetos com os dos mosquitos e não lhes damos importância, no entanto, é muito importante saber o que te picou para tratar os efeitos da picada.

Apresentamos as 8 picadas mais comuns que devemos conhecer para tratá-las corretamente:
  
1. Picadas de mosquitos



Essas picadas têm uma aparência de bolhas vermelhas. São subcutâneas e sua coceira é localizada. Essas picadas não requerem maior atenção, então, recomendamos que você espalhe creme sobre ele e faça uma massagem para evitar a coceira. Se a picada ocasionar efeitos colaterais como dor nas articulações, febre, glândulas inchadas, você deve consultar um médico. Pois isso pode significar que o mosquito estava infectado.

2. Picadas de pulgas:


As picadas de pulgas geralmente ocorrem em grupos de três ou quatro e são caracterizadas por pequenas saliências vermelhas na pele, que geram uma coceira intensa.

As indicações a seguir são as seguintes: Lave a picada com água e sabão. Em seguida, aplique um pouco de creme ou pomada de calamina para reduzir a coceira. Evite coçar porque isso pode ocasionar uma infecção no local.

3. Picadas de percevejos


Os percevejos são muitas vezes um inseto muito traiçoeiro em termos de picadas; Pois cada pessoa reage de maneira diferente a elas. Algumas pessoas podem nem sequer notar a presença de percevejos, enquanto outros podem ser alérgicos e sofrer grandes erupções cutâneas intensas ou inclusive dor. 

Se você é alérgico a percevejos, é bom ter cuidado, pois além de lesões cutâneas, pode ocorrer a formação de bolhas, inchaço, coceira e inflamações na pele;

Para lidar com percevejos, recomendamos cuidar da sua higiene, já que elas odeiam. Lave frequentemente a zona infectada com água e sabão. Mas se a coceira e os caroços permanecerem, você pode tomar algum anti-inflamatório ou anti-histamínico.

4. Picadas de aranha


A maioria das picadas de aranha é inofensiva; com exceção daqueles da viúva negra ou da aranhas-marrom.

A forma de uma picada de aranha é de dois pontos mais conhecidos como Equimose. Estes pontos são a área onde a aranha picou.

Caso você seja picado por uma aranha, recomendamos lavar a área afetada com água e sabão. Em seguida, aplique um pouco de gelo sobre a área. 

5. Picadas de carrapato:


Carrapatos são parasitas que vivem principalmente em cães e em outros animais. Sua picada é tão perigosa nas pessoas que podem ocasionar a transmissão de uma série de doenças graves. As mais comuns são a febre hemorrágica da Crimeia-Congo e a doença de Lyme.

Se você sofreu uma mordida de um carrapato, você deve removê-lo imediatamente usando pinças. Segure-o firmemente e puxe suavemente para removê-lo da pele. Evite usar remédios tradicionais. Depois de extraí-lo, lave bem a área afetada com água e sabão. Lembre-se de que os carrapatos transmitem o vírus às pessoas após 48 horas, por isso é recomendado agir imediatamente.

6. Picadas de formigas:



As picadas de formigas vermelhas ocorrem através da injeção de veneno na pele das pessoas. Isso faz com que nossa pele se irrite e inflame, além de causar coceira. Para evitar esses sintomas, recomendamos a aplicação de um creme cortisona na área afetada. É provável que as picadas produzam bolhas; evite coça-las para não infectar ainda mais a área.

7. Picadas de escorpião:


Com esses tipos de picadas, três fatores importantes devem ser levados em consideração para conhecer seu nível de gravidade:

1. Tipo de escorpião, 2. Idade da pessoa (é mais perigoso em crianças) e 3. Quantidade de veneno no corpo.

Indicações para tratar estas picadas são as seguintes: Manter o local da picada voltado para cima; Evite furar ou apertar o local da picada; porque se pressionado demais, o saco de veneno poderia explodir e o nível de veneno dentro do corpo aumentaria; Vá o mais rápido possível a um pronto-socorro ou ligar para o SAMU 192.

 8. Picadas de vespas ou abelhas;


Essas picadas costumam ser muito dolorosas porque o ferrão do animal fica preso em nossa pele. O que geralmente é perigoso nesses tipos de picadas é o fato de que as maiorias das pessoas são alérgicas ao seu veneno. Caso você seja alérgico, deverá ir ao médico imediatamente.


O que você deve fazer com uma picada desse tipo é verificar se o ferrão ficou dentro da pele. Se for esse o caso, extraia com uma pinça. Você também pode espalhar vinagre branco na área ou lama para reduzir o inchaço.

Compartilhe com seus amigos e familiares essa informação, para que eles possam saber como agir contra as picadas desses insetos!

Fonte: Lavozdelmuro/ Etapainfantil

Qual é a sua opinião?