Publicado em: , , ,

Fábrica de sucos jogou milhares de cascas de laranja em uma área desmatada. Assim se vê 16 anos depois

Compartilhe

Alguns anos atrás, na Costa Rica, alguns ambientalistas tiveram uma excelente ideia para ajudar o meio ambiente com o desperdício de uma empresa dedicada ao desenvolvimento de sucos, no entanto, eles nunca imaginaram que essa ideia iria ter uma reviravolta total e resultaria em algo que mudaria o mundo.

Daniel Joubert e Winnie Hallwachs são os nomes dos ecologistas desta maravilhosa ideia, eles se aproximaram de uma empresa para propor um projeto na qual consistia em que empresa lhes concedesse os resíduos de casca de laranja e polpa, além de um pequeno terreno da empresa para poder despejá-los lá.


A empresa aceitou dando-lhes o terreno para poder depositar os resíduos. Então, em 1997, o projeto foi iniciado. O terreno era um lugar desmatado e limpo. 

Um ano após o início do projeto, mais de 12 mil toneladas de cascas e detritos chegaram ao local.

Ao ficar repleto de detritos, o terreno foi abandonado por mais de uma década. Para que fosse possível localizar o local, eles colocaram uma placa, assim não perderiam a localização.


Quando eles decidiram voltar, encontrar a placa que eles deixaram era quase impossível, pois o panorama era totalmente diferente em comparação do que era há 16 anos atrás.


Buscaram durante horas e não puderam acreditar quando perceberam que andavam precisamente no local que procuravam.


A diferença era impressionante; O que era um lugar cheio de cascas de laranja tornou-se um lugar com vegetação incrível e um solo saudável.

A diferença entre o terreno com resíduos com o que tinha ao lado, era que a vegetação onde as cascas tinham permanecido variava, enquanto na terra vizinha, havia apenas uma espécie de árvore.


“A vegetação no lugar era incrível, um solo mais saudável poderia ser observado, árvores enormes e fortes, além de diferentes espécies e tudo graças ao desperdício que todo mundo pensava no servia de nada, porém uma década depois, os resultados eram inacreditáveis”, diz Janzen.

Esta espécie de floresta que foi dada surpreendeu a todos com a novidade que era capaz de absorver 11 vezes mais da atmosfera, do que realmente absorve uma floresta "normal". Sem querer, descobriu-se que esta era uma maneira incrível de combater o aquecimento global.



Em geral, a maioria dos países lança resíduos de laranja em aterros sanitários, mas se seguissem o exemplo acima, poderiam ajudar o mundo de uma maneira muito significativa.

O uso adequado dos resíduos desta fruta pode ser uma grande iniciativa para salvar o meio ambiente.

Se você achar esta informação valiosa, compartilhe-a com seus amigos e não se esqueça de continuar nos apoiando com um Like.

Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come.

Fonte: vidaymundo


Alguns anos atrás, na Costa Rica, alguns ambientalistas tiveram uma excelente ideia para ajudar o meio ambiente com o desperdício de uma empresa dedicada ao desenvolvimento de sucos, no entanto, eles nunca imaginaram que essa ideia iria ter uma reviravolta total e resultaria em algo que mudaria o mundo.

Daniel Joubert e Winnie Hallwachs são os nomes dos ecologistas desta maravilhosa ideia, eles se aproximaram de uma empresa para propor um projeto na qual consistia em que empresa lhes concedesse os resíduos de casca de laranja e polpa, além de um pequeno terreno da empresa para poder despejá-los lá.


A empresa aceitou dando-lhes o terreno para poder depositar os resíduos. Então, em 1997, o projeto foi iniciado. O terreno era um lugar desmatado e limpo. 

Um ano após o início do projeto, mais de 12 mil toneladas de cascas e detritos chegaram ao local.

Ao ficar repleto de detritos, o terreno foi abandonado por mais de uma década. Para que fosse possível localizar o local, eles colocaram uma placa, assim não perderiam a localização.


Quando eles decidiram voltar, encontrar a placa que eles deixaram era quase impossível, pois o panorama era totalmente diferente em comparação do que era há 16 anos atrás.


Buscaram durante horas e não puderam acreditar quando perceberam que andavam precisamente no local que procuravam.


A diferença era impressionante; O que era um lugar cheio de cascas de laranja tornou-se um lugar com vegetação incrível e um solo saudável.

A diferença entre o terreno com resíduos com o que tinha ao lado, era que a vegetação onde as cascas tinham permanecido variava, enquanto na terra vizinha, havia apenas uma espécie de árvore.


“A vegetação no lugar era incrível, um solo mais saudável poderia ser observado, árvores enormes e fortes, além de diferentes espécies e tudo graças ao desperdício que todo mundo pensava no servia de nada, porém uma década depois, os resultados eram inacreditáveis”, diz Janzen.

Esta espécie de floresta que foi dada surpreendeu a todos com a novidade que era capaz de absorver 11 vezes mais da atmosfera, do que realmente absorve uma floresta "normal". Sem querer, descobriu-se que esta era uma maneira incrível de combater o aquecimento global.



Em geral, a maioria dos países lança resíduos de laranja em aterros sanitários, mas se seguissem o exemplo acima, poderiam ajudar o mundo de uma maneira muito significativa.

O uso adequado dos resíduos desta fruta pode ser uma grande iniciativa para salvar o meio ambiente.

Se você achar esta informação valiosa, compartilhe-a com seus amigos e não se esqueça de continuar nos apoiando com um Like.

Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come.

Fonte: vidaymundo

Qual é a sua opinião?