Publicado em: ,

Descobriram um túnel de 10 mil anos de idade, você ficará CONGELADO ao saber quem os cavou

Compartilhe

Os pesquisadores encontraram várias tocas colossais na América do Sul, tão grandes e bem construídas, que pensaram que os humanos os cavaram como uma passagem pela floresta.

E parece que são muito mais velhos do que parecem, pois se calcula que tenham pelo menos 8 mil a 10 mil anos de idade, e nenhum processo geológico conhecido pode explica-los.


Mas, graças às marcas de uma espécie de garras enormes nas paredes e tetos, agora se pensa que uma espécie gigante já extinta está por trás de pelo menos alguns desses túneis misteriosos.

"Eu sou um geólogo, professor, e nunca tinha ouvido falar de nada parecido." Heinrich Frank disse a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.

Os pesquisadores já sabiam desses túneis desde meados da década de 1930, porem naquela época, se considerou que era algum tipo de estrutura arqueológica: restos de cavernas esculpidas por nossos antepassados.


Porém anos mais tarde, aproximadamente em 2010, um grupo de geológicos decidiu investigar o túnel, mas quando viram com seus próprios olhos, não podiam pensar em nenhum processo natural capaz de criar uma estrutura tão deliberada.

Atualmente, há mais de mil e 500 destes túneis conhecidos, dos quais são encontrados apenas no sul e sudeste do Brasil, e parece ter dois tipos diferentes: os menores, que alcançam até 1.5 metros de diâmetro; e os maiores, que podem alcançar dimensões de até 2 metros de altura e 4 metros de largura.


Com base no tamanho das estruturas e das marcas de garras que descobriram nas paredes, Os pesquisadores agora acreditam que encontraram as tocas de uma megafauna extinta apontaram que os possíveis autores seria uma espécie de preguiças e tatus gigantes.

Fonte: IFL Science/Perfecto


Os pesquisadores encontraram várias tocas colossais na América do Sul, tão grandes e bem construídas, que pensaram que os humanos os cavaram como uma passagem pela floresta.

E parece que são muito mais velhos do que parecem, pois se calcula que tenham pelo menos 8 mil a 10 mil anos de idade, e nenhum processo geológico conhecido pode explica-los.


Mas, graças às marcas de uma espécie de garras enormes nas paredes e tetos, agora se pensa que uma espécie gigante já extinta está por trás de pelo menos alguns desses túneis misteriosos.

"Eu sou um geólogo, professor, e nunca tinha ouvido falar de nada parecido." Heinrich Frank disse a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.

Os pesquisadores já sabiam desses túneis desde meados da década de 1930, porem naquela época, se considerou que era algum tipo de estrutura arqueológica: restos de cavernas esculpidas por nossos antepassados.


Porém anos mais tarde, aproximadamente em 2010, um grupo de geológicos decidiu investigar o túnel, mas quando viram com seus próprios olhos, não podiam pensar em nenhum processo natural capaz de criar uma estrutura tão deliberada.

Atualmente, há mais de mil e 500 destes túneis conhecidos, dos quais são encontrados apenas no sul e sudeste do Brasil, e parece ter dois tipos diferentes: os menores, que alcançam até 1.5 metros de diâmetro; e os maiores, que podem alcançar dimensões de até 2 metros de altura e 4 metros de largura.


Com base no tamanho das estruturas e das marcas de garras que descobriram nas paredes, Os pesquisadores agora acreditam que encontraram as tocas de uma megafauna extinta apontaram que os possíveis autores seria uma espécie de preguiças e tatus gigantes.

Fonte: IFL Science/Perfecto

Qual é a sua opinião?